Crise faz cidades de SP reduzirem combate à dengue.

 

Com a arrecadação em queda por causa da crise econômica, as prefeituras estão reduzindo as ações de combate à dengue, em um momento em que o Estado de São Paulo corre risco de nova epidemia.

 

Conforme dados da Secretaria Estadual da Saúde, do início de julho ao fim de setembro, período de baixa incidência, 81% dos municípios paulistas notificaram casos de dengue. Foram 19.304 novos casos suspeitos em 527 cidades, dos quais 4.542 já foram confirmados. Em todo o ano, o Estado já confirmou 609 mil casos, número recorde.

 

A situação no Estado de São Paulo e na região Nordeste do país, com casos registrados em meses frios, quando há tendência a zerar notificações, preocupa o Ministério da Saúde, que não descarta o risco de o país viver em 2016 uma nova epidemia de dengue. Vários municípios paulistas adotaram o meio expediente e reduziram o horário das unidades de saúde para cortar custos. As equipes que percorrem as casas para eliminar criadouros foram enxugadas e os arrastões ficaram menos frequentes. Na maioria, são municípios que já figuram na lista de 91 cidades em alerta para epidemia, segundo a secretaria estadual.

 

Para o Ministério Público Estadual, as ações de combate cabem sucessivamente aos gestores municipais, estadual e federal. Só neste ano, foram abertos inquéritos em 86 municípios para obrigar agentes públicos a combater a doença.

Please reload

Últimas Do Blog
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Institucional

Serviços

Regiões De Atendimento

Mais Buscados

Redes Sociais:

DESENTUPIDORA PAULISTANA 2013 © Todos os direitos reservados.

  • Facebook Classic
  • Google Classic
  • Twitter Classic